A LRF estabelece normas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal

04/05/2016

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), Lei Complementar nº. 101 de 04 de maio de 2000, estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal. Significa dizer que essa lei é o principal instrumento regulador das contas públicas, estabelecendo metas, limites e condições para gerenciamento das receitas e das despesas, especialmente aquelas com pessoal.

Estão sujeitos à LRF os Poderes Executivo e Legislativo da União, dos Estados e dos Municípios, inclusive os Tribunais de Contas, o Judiciário e o Ministério Público.

Todos deverão prestar contas de quanto e como gastam os recursos públicos, tudo isso de forma transparente.

Hoje a LRF completa 16 anos e sua principal contribuição é a criação de mecanismos para preservação do patrimônio público, que é de todos nós, por meio da exigência de planejamento, controle e transparência dos entes, assim como o respeito aos limites dos gastos públicos e a responsabilização dos maus gestores.

Confira os requisitos essenciais de uma gestão com responsabilidade fiscal:
http://www.tcm.ce.gov.br/site/orientacoes/lei_de_responsabilidade_fiscal/#.VyoF7oSDGkp

Fonte: Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará - TCM

Leia mais: clique aqui

Voltar
(85) 3308.0000
Rua Tomás Acioli, 555  Joaquim Távora
CEP 60135-180  Fortaleza CE
Registro CRC CE 000799/O-4
© 2016. Todos os direitos reservados